Connect with us

Carreira

Empreendedorismo em educação: como oferecer aulas particulares pode ser uma opção lucrativa

Central Empreendedor

Publicado

em

aulas particulares

Se você está pensando em abrir um negócio, considere dar aulas particulares! 

Tem muita gente querendo uma educação de qualidade e está disposto a pagar por isso. E o melhor é que o mercado de aulas particulares tem várias opções, desde aulas de línguas estrangeiras até preparação para concurso e vestibular. E dá para fazer tanto presencialmente quanto online, o que dá mais flexibilidade e aumenta a clientela.

Como iniciar um negócio de aulas particulares?

Se você está considerando começar a dar aulas particulares, tem algumas coisas que você precisa fazer antes. Primeiro, escolher a matéria que você quer dar aulas e quem é o público-alvo que você quer alcançar. Depois, traçar um plano de negócio que inclui preço, marketing e orçamento. Ah, e é claro que você tem que ter as habilidades e qualificações necessárias para ensinar efetivamente a matéria escolhida.

Os benefícios de oferecer aulas particulares são muitos. Para quem está aprendendo, é bom porque tem atenção individual e personalizada, o que ajuda a aprender mais rápido e ficar mais confiante no assunto. Já para quem dá aulas, é uma forma de ganhar uma grana extra – e ainda dá para fazer o horário que você quiser. E, por fim, é uma chance de dividir o que sabe com os outros e aprender muito mais também. Lembrando que os tutores têm a flexibilidade de definir seu próprio horário e trabalhar de forma independente!

Aulas particulares
Imagem de Freepik

Quais os desafios enfrentados por empreendedores de aulas particulares?

Os requisitos para dar aulas são diferentes dependendo da matéria e da região, mas normalmente você precisa ter muito conhecimento da matéria, saber ensinar direito, ser uma pessoa confiável e profissional. Mas, atenção: em algumas áreas, é preciso ter uma licença ou certificação para poder dar aula particular sem problemas com a lei!

Empreendedores que dão aulas particulares têm muitos obstáculos para enfrentar, como competir com outros professores e empresas do ramo, conseguir e manter alunos fiéis, definir preços que sejam justos para eles e ainda tragam lucro, organizar os horários e locais das aulas, lidar com alunos desmotivados e ainda garantir que todos estejam aprendendo. Porém, com um bom planejamento, estratégias de marketing e ensino que funcionem, e uma abordagem profissional, é possível superar esses problemas e ter sucesso no ramo de aulas particulares.

aulas
Imagem de Freepik

Quais as boas oportunidades de negócios para aulas particulares?

Existem várias formas de aumentar os lucros de um negócio de aulas particulares. Você pode diversificar o que oferece, como dar aulas em outras áreas de conhecimento ou oferecer serviços adicionais, tipo aulas online ou em grupo. Outra ideia é expandir seus serviços para outras regiões ou até mesmo países – sobretudo se você desejar ir mais longe!

Algumas ideias de negócio de aulas particulares incluem:

  • Aulas de idiomas para negócios: oferecer aulas de idiomas especializadas para negócios e profissionais que precisam se comunicar em outras línguas em seus trabalhos.
  • Aulas de habilidades práticas: oferecer aulas particulares em habilidades práticas, como culinária, costura, marcenaria, jardinagem, entre outras.
  • Aulas de preparação para testes: oferecer aulas particulares para estudantes que buscam se preparar para testes padronizados, como SAT, TOEFL, GRE, entre outros.
  • Aulas de música: oferecer aulas particulares em instrumentos musicais ou canto.
  • Aulas de tecnologia: oferecer aulas particulares de habilidades tecnológicas, como programação, design gráfico, edição de vídeo, entre outras.
  • Aulas de reforço escolar: oferecer aulas particulares de reforço em disciplinas escolares para estudantes de todas as idades.
  • Aulas de saúde e bem-estar: oferecer aulas particulares em atividades físicas, como yoga, pilates, dança, ou em nutrição e alimentação saudável.

Essas são só algumas sugestões de como você pode fazer negócio com aulas particulares, mas existem muitas outras opções por aí. O importante é que você pense em áreas em que possa se especializar e oferecer serviços personalizados que se encaixem perfeitamente no que seus alunos estão precisando.

aulas
Imagem de Freepik

Qual a melhor estratégia de vendas para atrair alunos?

Definir um preço justo para as aulas particulares pode dar trabalho, porque tem muita coisa para se levar em consideração. Por exemplo, a experiência e qualificação do professor, onde é o negócio, o tipo de aula e a quantidade de pessoas que procuram serviços parecidos na região.

Uma estratégia é pesquisar os preços dos professores concorrentes na área e tentar oferecer preços competitivos, mas ainda ganhando o suficiente para cobrir os gastos e o tempo investido. Outra opção é definir o preço pela duração das aulas ou por pacotes de aulas, oferecendo descontos para compras em grande quantidade.

As melhores maneiras de fazer propaganda e chamar atenção de alunos para o seu negócio de aulas particulares são: 

  • fazer um site e usar as redes sociais para divulgar seus serviços, 
  • pagar por anúncios, 
  • pedir para as pessoas te indicarem, 
  • fazer parcerias com escolas, 
  • dar aulas de graça, 
  • pedir para os clientes satisfeitos te darem um feedback, 
  • e garantir que as aulas sejam de qualidade para que o boca-a-boca seja seu aliado.

Não se esqueça de que as melhores maneiras de fazer propaganda dependem do tipo de pessoa/público-alvo que você quer atingir e da área onde seu negócio está localizado. É interessante testar diferentes maneiras e ver qual funciona melhor para você e seu negócio. Analise os resultados e escolha os mais eficazes!

aulas
Imagem de tonodiaz em Freepik

Veja Também: Como transformar seu hobby em negócio lucrativo: dicas para empreendedores

Garantindo a qualidade do ensino

Para ter certeza de que o ensino que você está oferecendo no seu negócio de aulas particulares é bom, pode ser válido contratar professores qualificados que já tenham trabalhado antes, observando com atenção o desempenho dos professores e dos alunos. Também manter os materiais didáticos e métodos de ensino atualizados. E conversar sempre com os alunos e os pais, dando feedback e atualizando eles sobre as aulas.

Lidando com a concorrência

Para lidar com a concorrência no seu negócio de aulas particulares, é bom ter uma ideia única e legal, que mostra os benefícios que só você pode oferecer aos seus alunos. Isso pode incluir serviços personalizados, preços competitivos, flexibilidade de horários, serviços adicionais e suporte contínuo ao aluno.

Ao manter o foco na qualidade do ensino oferecido e em uma proposta de valor diferenciada, é possível lidar com a concorrência e conquistar a confiança e fidelidade dos alunos.


Fontes: Exame, LinkedIn.

Continuar Lendo
2 Comentários

2 Comments

  1. Avatar

    Nanci

    14 de maio de 2023 at 09:48

    Bom dia! Tenho interesse em ministrar aulas particular de reforço escolar de alfabetização. Muito interessante esta meteria.

    • Avatar

      Simone Tagliani

      15 de maio de 2023 at 07:59

      Olá Nanci, agradecemos seu feedback e desejamos todo o sucesso na sua empreitada! Abraço

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carreira

Como transformar sua carreira em 2024: novas perspectivas para os empreendedores

Central Empreendedor

Publicado

em

sucesso na carreira em 2024

O Central Empreendedor apresenta uma proposta para você: aproveite esses períodos das festas para fazer um balanço da sua trajetória de carreira, traçando novos objetivos no mercado e considerando suas metas para o futuro.

Um ano está acabando e outro começando; é como dizer que uma porta se fecha e outra se abre, cheia de novas perspectivas e chances de recomeçar. Aliás, 2024 pode ser o ano certo para você empreender!

sucesso na carreira em 2024
Imagem de Alexander Suhorucov em Pexels

Elaboramos uma lista de dicas que podem ajudar a transformar sua carreira em 2024. Confira!

1. Comece o próprio negócio

Especialistas de mercado apontam que o ano de 2024 pode ser muito favorável para quem deseja começar um novo negócio. Tem uma ideia inovadora que deseja tirar do papel? Agora é a hora! Mas lembre-se que empreender pode ser tarefa desafiadora. Então, acredite no seu potencial, trabalhe duro, assuma riscos e prepare-se para lidar com os obstáculos.

2. Invista em si

Independente de você ser um empreendedor ou prestar serviços para uma empresa, é importante investir em si. Estamos falando, portanto, em se manter sempre atualizado, realizando cursos, participar de eventos, ler livros e artigos, conversar com colegas de profissão, e mais. Além disso, vale desenvolver ou aprender habilidades e competências profissionais (soft skills e hard skills), desde comunicação à empatia, paciência e inteligência emocional.

3. Faça networking de forma estratégica

Networking é um jeito estratégico de criar uma rede de contatos, incluindo possíveis clientes, parceiros, investidores e colegas de profissão que possam lhe ajudar a alcançar mais sucesso no mercado. Essas pessoas podem lhe oferecer o suporte necessário para crescer na carreira; além disso, oportunidades e construir relacionamentos que podem te ajudar a alcançar seus objetivos. Mas para fazer networking, é preciso ir aos lugares certos, como feiras e eventos, e se manter ativo nas redes sociais.

sucesso na carreira em 2024
Imagem de Alexander Suhorucov em Pexels

4. Busque um mentor para sua carreira

Buscar orientação de um mentor experiente também pode ser uma excelente ideia. Um mentor é alguém que oferece valiosos conselhos, auxiliando no desenvolvimento das suas habilidades. Além disso, essa figura pode direcionar você para oportunidades que impulsionarão seu crescimento profissional.

5. Exija reconhecimento

Você, como prestador de serviços, se está se esforçando, cumprindo com as suas obrigações da melhor maneira possível, não tenha vergonha de exigir reconhecimento pelo bom trabalho. Inclusive, em momento oportuno, também peça um aumento ou promoção.

Claro que empreendedores não têm chefes. Portanto, nesse caso, o reconhecimento precisa vir de você mesmo. Como forma de recompensa, permita-se, por exemplo, fazer pequenas pausas ou adquirir algo que você aprecie, respeitando seu orçamento. Além disso, é essencial valorizar suas conquistas compartilhando-as em perfis como o LinkedIn.

6. Saia da sua zona de conforto

Todo empreendedor precisa, em algum momento da vida, sair da sua zona de conforto, assumindo riscos, aceitando desafios e experimentando coisas novas. Essa disposição para o desconhecido é muitas vezes um ponto crucial no caminho para o sucesso empresarial. E 2024 deve exigir isso de todos nós!

7. Busque mais

Ainda sobre essa questão de não se acomodar, de assumir riscos e estar sempre em busca de mais, o empreendedor de sucesso deve saber como se desafiar. Especialistas de mercado apontam que 2024 trará como temas a sustentabilidade, as inteligências artificiais, o metaverso, a economia de duas velocidades, e muitas outras tendências. Não deixe passar essas oportunidades profissionais ao mesmo tempo que evolui como indivíduo. 

A busca pelo crescimento é um ciclo contínuo que enriquece não só sua vida profissional, mas também sua jornada pessoal.

sucesso na carreira em 2024
Imagem de Sora Shimazaki em Pexels

8. Aceite o fracasso

Se até agora tem sido desafiador, concentre-se em 2024 em superar suas falhas. Use os erros passados como lições valiosas, mas não se permita desistir. O fracasso é uma parte natural do percurso empreendedor; encare-o como um degrau no caminho do crescimento no mercado. Aprender com as quedas é uma habilidade crucial para o sucesso a longo prazo.

Encare as falhas como oportunidades de aprendizado. Analise o que deu errado, ajuste seu caminho e siga em frente com essas lições.

9. Seja você mesmo

Pode parecer uma frase piegas, mas não tente ser alguém que você não é. Destaque-se no mercado pela sua autenticidade, suas qualidades, seus valores genuínos, sua personalidade única. Ser verdadeiro com você mesmo, honesto e humilde ajudará a ganhar respeito do mercado. Pense nisso!

sucesso na carreira em 2024
Imagem de Ketut Subiyanto em Pexels

10. Faça uma pausa

Por fim, voltando à questão de saber se valorizar, é importante cuidar de si. Coloque sua saúde física e mental em primeiro lugar antes dos negócios. Trabalhar estressado e doente não ajudará em nada. Quando estiver esgotado, descanse, relaxe, recarregue as energias. Inclusive, isso contribui para uma maior produtividade.

Como essas dicas podem ser aplicadas na prática

  • Em 2024, identifique uma ideia e elabore um plano de negócios. Pesquise o mercado, valide sua proposta e inicie gradualmente.
  • Programe-se para realizar cursos relevantes, participe de eventos da sua área, mantenha-se atualizado e trabalhe no aprimoramento das suas habilidades.
  • Programe-se para frequentar eventos do seu setor, utilize redes sociais profissionais e procure estabelecer conexões genuínas com pessoas que podem ser úteis para seu crescimento.
  • Identifique profissionais experientes que possam orientá-lo, estabeleça uma relação de aprendizado e esteja aberto a conselhos valiosos.
  • Busque feedbacks construtivos.
  • Esteja atento às tendências emergentes no mercado e esteja preparado para adaptar-se e evoluir suas estratégias conforme as demandas futuras.
  • Priorize sua saúde física e mental, estabeleça limites saudáveis entre trabalho e descanso para garantir sua produtividade e bem-estar.

Fique esperto! O mais importante é ser proativo e estar disposto a trabalhar duro. Ao seguir essas dicas, você estará no caminho certo para alcançar o sucesso profissional, transformando sua carreira em 2024.

Leia Também:

Reinventando-se no Mercado: Descubra as Tendências e Oportunidades para Empreender

Tendências de mercado para microempresas: o que você precisa saber


Fontes: Forbes.

Continuar Lendo

Carreira

Impactos da reforma tributária: Oportunidades e desafios para os empreendedores

Central Empreendedor

Publicado

em

Reforma tributária

Recentemente, a Câmara dos Deputados aprovou a reforma tributária para o Brasil. Essa medida tem como objetivo simplificar a cobrança de impostos no país, substituindo cinco tributos por dois Impostos sobre Valor Agregado (IVAs). 

A reforma chega com o intuito de reduzir a burocracia e os custos para os empresários, beneficiando empreendedores com menos impostos a serem pagos. Porém, o período de transição está previsto para ocorrer entre 2026 e 2032. Nesse hiato do processo legislativo da reforma, detalhes como a alíquota e outras questões serão discutidas e estabelecidas. Confira mais informações sobre o tema no texto a seguir, do Central Empreendedor!

Reforma tributária
Imagem de pressfoto em Freepik

Como as mudanças propostas pela reforma tributária afetarão os empreendedores?

Antes de tudo, vale dizer que a reforma afetará diretamente as empresas de médio porte, enquanto as micro e pequenas empresas, que se enquadram no Simples Nacional, não serão obrigadas a aderir às mudanças, mas podem ser impactadas indiretamente.

Mas, no geral, a reforma pode beneficiar os empreendedores, pois, com menos impostos, eles gastarão menos tempo e dinheiro para cumprir suas obrigações fiscais. Além disso, a eliminação da “bitributação” permitirá que as empresas descontem o valor já pago em etapas anteriores da cadeia produtiva. Finalmente, isso poderia atrair os empreendedores do Simples Nacional que obtenham descontos significativos justamente nesse imposto pago em etapas anteriores.

Ao mesmo tempo, quanto aos negócios de médio porte, o que acontece é que tais empresas, que estão no meio da cadeia produtiva, como pequenas indústrias e comércios de atacado que atendem pessoas jurídicas, podem não ver tanta vantagem na mudança para o IVA. Por exemplo, os prestadores de serviços podem não obter vantagens significativas, uma vez que seus maiores gastos não dependem de uma cadeia de produção.

Reforma tributária
Imagem de our-team em Freepik

Quais tributos serão substituídos pela proposta de dois Impostos sobre Valor Agregado (IVAs)?

Atualmente, a bitributação é um problema que ocorre quando uma mesma atividade econômica é tributada mais de uma vez pelos impostos. Nesse sentido, a nova reforma tributária busca tratar esse problema por meio da unificação de cinco tributos em dois Impostos sobre Valor Agregado (IVAs), com gestão compartilhada entre a União e estados/municípios. 

Dessa maneira, essa unificação elimina a cobrança repetida de impostos ao longo da cadeia produtiva, permitindo que as empresas deduzam o valor já pago em etapas anteriores.

Seja como for, é importante destacar que a alíquota do IVA ainda não foi definida. De fato, durante o período de transição, serão necessárias ainda muitas discussões e definições do processo legislativo. Por hora, em resumo, os tributos que serão substituídos pela proposta de dois IVAs são:

  • PIS (Programa de Integração Social), 
  • Cofins (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social), 
  • IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), 
  • ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) estadual, e
  • ISS (Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza) municipal.

Com efeito, a gestão compartilhada dos Impostos sobre Valor Agregado (IVAs) será feita pela União e pelos estados/municípios.

Leia Também: Implicações de ser empreendedor informal vs formal no Brasil: O que você precisa saber

Quais são os critérios para as empresas permanecerem no regime do Simples Nacional?

Como já explicado, a adesão ao Imposto sobre Valor Agregado (IVA) pode atrair empreendedores do Simples Nacional devido à redução da burocracia e possíveis benefícios fiscais.

A princípio, a possibilidade de descontar o valor já pago em etapas anteriores da cadeia produtiva pode atrair aqueles que buscam aumentar sua competitividade. No entanto, a decisão de migrar para o IVA dependerá da atividade da empresa e de sua capacidade de obter descontos significativos.

Os critérios para as empresas permanecerem no Simples Nacional são baseado, por certo, em limites de faturamento anual, sendo as que podem aderir ou permanecer no regime:

  • Microempreendedores Individuais (MEI) com faturamento de até R$ 81 mil,
  • Transportadores autônomos de cargas com faturamento de até R$ 251,6 mil,
  • Microempresas com faturamento de até R$ 360 mil,
  • Empresas de pequeno porte com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões.

Todavia, isso dependerá da atividade da empresa. Só que ainda há mais incertezas do que certezas com relação a todos os impactos diretos e indiretos sobre empreendedores. Por isso, calma!

Nós, do Central Empreendedor, continuaremos atentos às notícias e logo traremos mais atualizações para compartilhar com vocês!

Reforma tributária
Imagem de pressfoto em Freepik

Fontes: G1, Revista Pequenas Empresas Grandes Negócios, Poder 360, SC Todo Dia.

Continuar Lendo

Carreira

Conheça 10 características fundamentais para um líder empreendedor

Central Empreendedor

Publicado

em

líder empreendedor

Sabia que a liderança desempenha um papel crucial no empreendedorismo? Pois, então, um líder empreendedor seria capaz de influenciar e inspirar as pessoas a alcançarem metas em comum. E como ele faz isso? Simples! Ele combina as habilidades de liderança com a mentalidade empreendedora, ao imaginar, desenvolver e realizar visões. Isso lhe permite fazer projetos crescerem e prosperarem – sempre assumindo riscos, claro.

Quais as similaridades entre o espírito de líder e espírito empreendedor?

Antes de tudo, precisamos destacar que existem aspectos similares entre liderança e empreendedorismo, começando pelas que citamos antes, como a capacidade de motivar, inspirar e influenciar os outros. Ambos envolvem assumir responsabilidade, tomar decisões e liderar equipes para alcançar objetivos.

Um líder empreendedor é capaz de identificar oportunidades, criar algo novo e transformar ideias em negócios concretos e produtivos. Essa combinação de liderança e mentalidade empreendedora forma uma parceria poderosa para o sucesso.

empreendedor
Imagem de Freepik

Como diferenciar um líder empreendedor dos demais profissionais?

Um líder empreendedor é considerado um dos perfis de destaque na atualidade por causa da demanda por profissionais fortes, decididos e capazes de liderar em diversos setores de atuação. Além disso, o empreendedorismo está se tornando um objetivo de vida para muitas pessoas, o que ressalta a importância de líderes empreendedores. 

Em verdade, o que diferencia esse profissionais dos demais é puramente essa capacidade de inspirar e motivar as pessoas. Mas o que encanta é, de fato, saber como transformar visões em realidade.

Esses líderes combinam habilidades de motivação, comando preciso, desenvolvimento de planos e estimulam a produtividade e satisfação dos funcionários enquanto fazem crescer e prosperar um novo negócio.

Agora, tenha em mente que um líder empreendedor não apenas busca o sucesso pessoal, mas também ajuda seus funcionários a compreenderem a importância de suas próprias ações, contribuindo para o desenvolvimento da empresa e para o crescimento pessoal e profissional de cada indivíduo.

líder empreendedor
Imagem de Freepik

Quais são as principais características de um líder empreendedor?

1. Respeito e empatia

A fim de conquistar a simpatia de sua equipe, um líder deve demonstrar respeito por todos os envolvidos, além de ter a capacidade de identificar emoções e se colocar no lugar dos outros.

2. Busca por conhecimento

O líder empreendedor valoriza a pesquisa e busca informações de diversas fontes, não se contentando com o conhecimento superficial.

3. Comunicação clara e eficiente

Saber se comunicar de forma clara, objetiva e eficiente é fundamental para um líder empreendedor. Dessa forma, facilita o entendimento e evita falhas na comunicação.

4. Coragem para enfrentar desafios e falhas

Um líder é corajoso e enfrenta os mais variados desafios, tomando decisões importantes e assumindo riscos necessários.

Além disso, reconhece seus erros, assume a responsabilidade por eles e transforma essas situações em aprendizado, demonstrando coragem para lidar com adversidades e crescer a partir delas.

líder empreendedor
Imagem de Lifestylememory em Freepik

5. Humildade e reconhecimento

Ser humilde, acessível e reconhecer o potencial e os bons trabalhos dos funcionários são características intrínsecas dos líderes empreendedores.

6. Abertura para o diálogo

Um líder empreendedor está aberto ao diálogo e sabe ouvir diferentes perspectivas, valorizando a diversidade de opiniões e experiências.

7. Autoconfiança equilibrada

O líder possui confiança em si mesmo e em suas habilidades, transmitindo segurança e inspirando confiança em sua equipe.

8. Empatia e inteligência emocional

A capacidade de se colocar no lugar do outro e entender as emoções é fundamental para um líder empreendedor, permitindo a criação de relações respeitosas e soluções inteligentes.

9. Organização e planejamento

Ademais, um líder é organizado e possui um planejamento consistente, entendendo a importância de cada etapa e trabalhando de forma ordenada para alcançar resultados positivos.

10. Iniciativa e proatividade

Por fim, um líder empreendedor é proativo e toma a iniciativa, sendo o motor que impulsiona projetos e atividades, além de trabalhar lado a lado com sua equipe.

líder
Imagem de Freepik

Lembre-se: busque autoconhecimento para identificar seus pontos fortes e áreas de melhoria. Com efeito, isso permitirá traçar um plano para se tornar um líder mais completo e preparado, capaz de inspirar e auxiliar as pessoas a alcançarem seu máximo potencial.

Leia Também: Descubra se você tem um espírito empreendedor: os sinais reveladores


Fontes: Blog Convenia, JRM Coaching Editora Aprenda Fácil, G1.

Continuar Lendo

Mais lidas