Começando um negócio do zero: Quais os primeiros passos para a independência?

Ter um negócio próprio é o sonho de inúmeros brasileiros que buscam a sua independência financeira e profissional. Contudo, todo processo para criação de um negócio pode ser burocrático, e uma grande parcela das pessoas infelizmente acabam optando pela informalidade ou desistindo.

De acordo com o SEBRAE (Serviço Brasileiro de Apoio às micro e pequenas empresas) no Brasil existem 6,4 milhões de estabelecimentos. Desse total, 99% são micro e pequenas empresas (MPE). Estas oferecem produtos e serviços nos mais diversos ramos, atendendo a demanda de necessidades da população.

Empreender não é uma tarefa fácil, porém muitas pessoas encaram esse desafio, visto a possibilidade de sucesso. Muitas vezes falta incentivo e orientação, por isso, tirar uma ideia do papel pode levar meses, até anos!

Então para te ajudar nessa tarefa que pode mudar a sua vida, nesse artigo abordaremos os primeiros passos para começar um negócio do zero e finalmente conseguir a sua independência financeira.

Acompanhe a leitura.

Como começar?

Elaboramos um guia com os 8 primeiros passos para você começar o seu negócio do zero:

  1. Verifique se o seu negócio é viável

A primeira coisa que você deve pensar é: A minha ideia de negócio é viável? Sem se perguntar isso, talvez você gaste tempo planejando algo que não vá para frente.

Vamos citar um exemplo bem básico, mas de fácil compreensão:  vender doces dentro de uma academia, onde a maioria das pessoas buscam fugir desse tipo de alimentação. Essa ideia pode não ser viável, visto que não é o produto que aquele público vai consumir com tanta frequência.

Por isso, é de suma importância que você conheça o seu público alvo e a localização que você deseja montar o seu negócio. Isso porque é necessário haver mercado para o seu produto ou serviço, do contrário, não haverá sucesso.

  • Registre a sua empresa

Agora que você pensou sobre a viabilidade da empresa e descobriu que ela pode ter sucesso no ramo escolhido, então é a hora de fazer a formalização do seu negócio.

Esse é um dos primeiros passos para o início das suas atividades empresariais, mas você precisa ficar atento para realizar corretamente todas as inscrições, licenças e alvarás necessários. Mesmo após ter em mãos o CNPJ, o Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas, e estar inscrito na Previdência Social, há uma série de licenças, registros e alvarás municipais e estaduais que você irá precisar para funcionar legalmente.

Cada ramo tem as suas especificidades de documentação para funcionar de forma correta, então diferentes segmentos precisam de autorizações distintas. A legislação do município e do estado onde sua empresa será instalada também pode exigir inscrições específicas. Por isso, é importante consultar um contador que conheça a legislação local.

  • Cuide das Burocracias

O Brasil é um país extremamente burocrático e o processo para começar um negócio do zero não poderia ser diferente.

Abrir uma empresa no Brasil leva, em média, 53 dias. Sabendo disso, o empreendedor precisa aprender a driblar esse problema. Desse modo, saber quais são os tributos a serem pagos, prazos para liberação de alvarás e quais as certidões necessárias para seu negócio funcionar são pré-requisitos indispensáveis.

  • Faça o planejamento financeiro

Ter uma ideia viável e realizar a parte burocrática não é, nem de longe, as únicas etapas que podem fazer com o que o seu negócio tenha sucesso.

Para que o seu empreendimento dê certo, é necessário planejamento. Por isso, no processo de abertura de empresa, é preciso montar modelo de negócios e fazer oplanejamento financeiro.

Estude o mercado, concorrência e calcule os custos e gastos com os funcionários. Esses itens devem ser levados em consideração antes mesmo da empresa abrir.

Esse é um passo importantíssimo, principalmente para quem pretende abrir uma empresa com pouco dinheiro. Sem um planejamento financeiro, seu negócio pode correr sérios riscos de ir à falência.

  • Faça o fluxo de caixa

Ainda no tema saúde financeira, o fluxo de caixa de uma empresa é um excelente aliado para o controle. Isso porque é através dele que você consegue saber quanto de dinheiro entra e sai do total de transações.

Ao conhecer bem o fluxo de caixa o empreendedor consegue administrar as suas contas a pagar e a receber, cobrando clientes que estejam devendo e pedindo mais prazo ou condições favoráveis para fornecedores.

  • Cuide do estoque

O estoque é uma parte bastante delicada do seu negócio. Esse setor depende da demanda do seu mercado, por isso é preciso ter uma margem de segurança, caso surja um crescimento inesperado.

Além disso, o estoque depende do fornecedor. Dessa forma, se você deseja empreender, saiba como negociar com os fornecedores, para que estes consigam entregar os produtos na quantidade necessária para a sua demanda, dentro do prazo.

  • Estabeleça metas e objetivos

Estabelecer metas e objetivos é uma ótima forma de motivação tanto para o empreendedor quanto para os funcionários. Ao trabalhar de forma colaborativa em prol do crescimento da empresa, o negócio pode ter retornos melhores.

As metas podem ser de cunho financeiro, como o estabelecimento de objetivo em cima da lucratividade por mês, ou relacionadas a qualidade do produto ou do atendimento para manter e melhorar cada vez mais a produtividade.  Crie sempre metas alcançáveis, principalmente no início, e vá aumentando conforme a empresa vai crescendo.

  • Utilize a tecnologia a seu favor

Para administrar o seu negócio, o uso de papel e planilhas de Excel não é prático e é susceptível a erros.  Dessa forma, o uso de software próprio para a gestão que permita o acesso em qualquer lugar pode ser a melhor opção.

Nesse modelo as informações são armazenadas na nuvem e constantemente atualizadas de forma integrada.

E para a captação de clientes, é imprescindível ter presença da sua empresa de forma online, seja com um site ou página no Facebook e Instagram, onde você sempre poderá divulgar seus serviços e/ou produtos.

E aí, gostou do conteúdo? Nós da Central do Empreendedor disponibilizamos muito mais para você! Acesse os outros artigos do nosso blog.