Central Empreendedor

Empreendedorismo

CRM de marketing para médicos: como manter a agenda cheia

No cenário atual, é evidente a necessidade de reinventar as práticas profissionais e entender o que o mercado está demandando das empresas.

Com as inovações e ferramentas tecnológicas e a crescente migração de empresas para o mundo digital, repensar estratégias para atrair clientes e obter resultados satisfatórios no seu negócio, é indispensável.

As estratégias de marketing, mais precisamente, de marketing digital, têm ganhado relevância no contexto de clínicas médicas e um nicho específico voltado para o marketing para médicos está emergindo.

Existem diversas estratégias que podem ser utilizadas para atrair pacientes e manter a agenda da clínica cheia durante todo o ano, uma delas é o Customer Relationship Management (CRM), uma ferramenta que tem auxiliado bastante os profissionais desse contexto.

Neste artigo, entenda o que é o CRM, para o que serve a ferramenta, quais são os benefícios de utilizá-la e como utilizá-la nas estratégias de marketing para médicos da sua clínica!

Acompanhe a leitura e fique por dentro!

  • O que é o CRM?
  • Para que serve o CRM?
  • Quais são as vantagens do CRM para as empresas?
  • Como o CRM auxilia as estratégias de marketing para médicos?

O que é o CRM?

CRM é uma sigla em inglês que significa Customer Relationship Management, ou Gerenciamento de Relacionamento com o Cliente, em tradução para o português.

Essa ferramenta é um software de gerenciamento de vendas, que auxilia os processos de gestão de relacionamento com os clientes.

Porém, esse software é muito mais do que uma ferramenta de gestão, pois coloca o cliente como foco dos processos da empresa e otimiza outras operações do negócio para garantir uma melhor experiência ao cliente.

Além disso, o software oferece diversos benefícios para as organizações, assim como, auxiliam as estratégias de marketing em diversos nichos do mercado, como é o caso do marketing para médicos.

Para que serve o CRM?

Embora a maioria dos sistemas de CRM sejam voltados para os setores de vendas, o objetivo e o foco da ferramenta é o de melhorar a experiência do cliente e garantir uma maior satisfação do usuário com o serviço ou produto da empresa.

Assim, esse sistema acaba abrangendo outros setores que também lidam com o relacionamento com o cliente e devem ser aprimorados para gerar resultados mais satisfatórios para a empresa.

O CRM é um excelente aliado das operações da empresa, pois otimiza os processos, facilita a integração com outras ferramentas utilizadas no negócio e garante uma gestão de relacionamento com o cliente em todos os níveis do funil de vendas, desde a primeira interação com a captação de leads, até após a conversão e a venda em si.

O CRM é uma ferramenta funcional e ágil e oferece diversas vantagens para as empresas, então, continue acompanhando a leitura e conheça algumas delas!

Quais são as vantagens do CRM para as empresas?

Como é um sistema que envolve setores para além do segmento de vendas, como marketing, suporte, pós-venda, entre outros, essa ferramenta pode oferecer muitas vantagens para as organizações. Entre elas:

Escalabilidade

Cadastrar informações e fazer um bom acompanhamento de clientes, estabelecendo um relacionamento que atenda totalmente às necessidades do usuário sem esquecer nenhum dado, pode se tornar uma tarefa difícil à medida em que a empresa cresce, por isso, o CRM é uma ferramenta tão interessante para se obter uma visão ampla do negócio, pois com históricos de compra, centralização de informações como preferências e necessidades, é possível atender muito mais clientes e obter escalabilidade no seu negócio.

Agilidade e otimização dos processos

Os sistemas de CRM são ferramentas muito ágeis e funcionais, e uma grande vantagem que oferecem é a eliminação da necessidade de realizar processos exaustivos, retrabalhos e atualizar tudo de forma manual.

Com a ferramenta, é possível otimizar esses processos necessários para o bom relacionamento com o cliente e para o bom funcionamento do negócio e investir tempo em outras tarefas.

Melhoria do planejamento estratégico

Com a coleta de dados e a centralização de informações, é possível pensar em estratégias e ações que sejam mais assertivas e atendam às demandas dos clientes.

O sistema CRM é o responsável por essa centralização de informações, disponíveis para os times de marketing e vendas, e todos os outros que lidam com o relacionamento com o cliente, e portanto, é um grande aliado na melhoria do planejamento estratégico das empresas.

Integração com outras ferramentas

O CRM é um sistema que além de cadastrar, gerar históricos e centralizar informações dos prospects, leads e clientes, também possibilita a integração com outras ferramentas utilizadas pela empresa em seu planejamento estratégico.

Um exemplo disso é a integração do CRM à softwares de automação de marketing, que são responsáveis pelas estratégias de atração de novos leads.

Os softwares de automação de marketing oferecem diversas funcionalidades, como por exemplo, análise de SEO nas páginas do site, campanhas de e-mail marketing, lançamento de posts nas redes sociais, entre outros. 

Como o CRM auxilia as estratégias de marketing para médicos?

Como já falamos anteriormente, os setores de marketing, de vendas, de suporte e todos os outros que envolvem o relacionamento com o cliente, devem ser integrados e precisam trabalhar em sinergia, independentemente do nicho em que atuam.

É aí que entram os sistemas de CRM, para auxiliar as estratégias de marketing para médicos.

Com um software de CRM alinhado às estratégias de marketing, é possível fidelizar os pacientes com mais facilidade, aumentar os ganhos da sua clínica analisando as métricas obtidas pelo sistema, obter informações mais rápidas e detalhadas sobre os pacientes, gerar mais engajamento dos pacientes com a sua clínica, obter mais relevância e fortalecer a presença da sua marca nos meios digitais e dedicar tempo para outras tarefas mais importantes.

O CRM poderá auxiliar a equipe da sua clínica desde a prospecção de novos pacientes (leads), até o pós-consulta, entendendo e atendendo as reais necessidades de cada cliente que chega à clínica e promovendo um melhor relacionamento com eles.

Desse modo, se você quer manter a agenda da sua clínica cheia durante todo o ano, investir em um sistema de CRM para auxiliar nas estratégias de marketing do seu consultório pode ser um diferencial muito significativo para gerar vantagem competitiva para sua clínica.

Gostou desse conteúdo? Continue acompanhando nosso blog e fique por dentro de outros temas como este!

LGPD: conheça a lei e alguns canais de estudo e consulta

A experiência do usuário e a forma como os clientes utilizam os produtos e serviços de empresas, cada vez mais passa por mudanças e se torna uma pauta relevante, diante de um contexto de transformação digital e da migração de diversas organizações para o mundo virtual.

Assim como as experiências vão se modificando, o armazenamento de dados e informações também se tornam significativos nesse processo, e garantir a segurança e o acesso do usuário à eles é indispensável.

Com a crescente demanda envolvendo dados sensíveis de usuários e negócios, a necessidade de estabelecer uma lei que regulamenta as formas de utilização desses dados se fez necessária. Essa é uma das razões pelas quais a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) foi criada.

Nessa perspectiva, neste artigo, abordamos aspectos relacionados com a LGPD, como o que é, qual é a sua importância, por que existe uma necessidade de adequação por parte das empresas e alguns canais de estudo e consulta da LGPD.

Então, continue acompanhando a leitura e confira os tópicos!

  • O que é a LGPD?
  • Qual é a importância da LGPD?
  • Por que é necessário estar em conformidade com a LGPD?
  • Canais de estudo e consulta da LGPD

O que é a LGPD?

Baseada na Regulamentação Geral de Proteção de Dados (GDPR, na sigla em inglês), uma norma criada pela União Europeia, a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) foi aprovada pelo Senado Federal em 10 de julho de 2018, passando a vigorar 18 meses após a sua aprovação, garantindo um tempo hábil para as empresas entrarem em conformidade com a nova lei brasileira específica para a proteção de dados pessoais.

Com a aprovação da LGPD, o Brasil passou a fazer parte do grupo dos 120 países no mundo que possuem uma lei específica para estes fins.

A LGPD foi criada para estabelecer um cuidado maior e um manejo melhor dos dados de usuários das empresas, isto é, desde o momento da coleta e do armazenamento, até o tratamento e o compartilhamento desses dados.

Com essa regulamentação, as penalidades para o não cumprimento se tornaram mais rigorosas e o aumento da proteção de dados tornou-se uma prioridade para as organizações que precisam estar em conformidade com a lei.

Qual é a importância da LGPD?

Diante de um cenário onde cada vez mais ocorrem vazamentos de informações pessoais de usuários, cibercrimes envolvendo a tentativa de roubo dessas informações e um aumento significativo de empresas ocupando espaços na internet, é natural estabelecer uma norma que vai olhar com mais cautela para essa questão da segurança dos dados pessoais de usuários.

Desse modo, a LGPD é uma lei de extrema importância para o contexto atual da Era da Informação, pois, leva as empresas a refletirem sobre a utilização dos dados de seus clientes, coletando somente informações essenciais para que a empresa possa operar e promovendo mais transparência em relação ao uso de dados.

Além disso, garantem ao usuário um maior domínio sobre as informações que compartilham com as empresas, produtos e serviços que consomem.

Por que é necessário estar em conformidade com a LGPD?

A nova regulamentação exige que as empresas assumam uma série de condutas em relação à coleta, armazenamento, tratamento e compartilhamento de dados pessoais. Essas condutas estão pautadas em dez princípios que fazem com que seja necessária a adequação das empresas à LGPD, para evitar punições e irregularidades com o tratamento de dados pessoais dos usuários.

As práticas devem seguir os dez princípios estabelecidos pela lei, que vão regulamentar as atividades relacionadas com a utilização de dados pessoais dos usuários das empresas. Os princípios da LGPD estabelecem que:

  1. Para a realização do tratamento de dados, deve-se ter uma finalidade clara, específica e que deve ser informada ao titular dos dados;
  2. além disso, deve haver também uma adequação ao que se foi declarado como finalidade e o tratamento em si;
  3. já o princípio da necessidade, estabelece que o tratamento do dados sejam limitados ao mínimo necessário para a realização de suas finalidades;
  4. o livre acesso, a qualidade dos dados e a transparência, são outros princípios que garantem aos titulares dos dados pessoais a consulta aos seus dados de forma simples e gratuita, com informações claras, precisas e atualizadas sobre o tratamento dos dados e os agentes de tratamento;
  5. já o princípio da segurança, utiliza-se de “medidas técnicas e administrativas aptas a proteger os dados pessoais de acessos não autorizados e de situações acidentais ou ilícitas de destruição, perda, alteração, comunicação ou difusão”;
  6. ainda, existe também o princípio da prevenção, que adota medidas para prevenir danos que possam vir a acontecer com o tratamento de dados pessoais;
  7. o princípio da não discriminação, também essencial, torna inviável o tratamento de dados para fins discriminatórios ilícitos ou abusivos, e por fim;
  8. a responsabilização e prestação de contas, que vai garantir que os agentes de tratamento de dados adotaram medidas eficazes para combater qualquer irregularidade que exista, podendo assim comprovar o cumprimento das normas de proteção de dados pessoais.

Canais de estudo e consulta da LGPD

Hoje é possível encontrar diversos canais de estudo e consultas relacionadas a LGPD, destacamos alguns deles abaixo para que você possa esclarecer todas as suas dúvidas sobre a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Confira!

Agora que você já sabe o que é a LGPD, sua importância e seus princípios, e alguns canais de estudo e consulta relacionados a LGPD, continue acompanhando nosso blog e confira mais conteúdos como este!