V-Cards – Assinaturas digitais e assinaturas de email

O vCard é um formato padrão para cartões empresariais eletrônicos. Eles costumam conter informações como nome, endereço, números de telefone, endereços de email, URLs, logos, fotografias etc. Os vCards normalmente são anexados na mensagem pelos seguintes motivos:

Eles permitem a quem recebe a mensagem rápida e confiavelmente adicionar seu contato na lista de endereços pessoais deles.

E ajudam a minimizar sua assinatura de email, uma vez que todas suas informações de contato estão disponíveis no seu vCard (e por isso não precisam ser incluídas no final de cada mensagem). Neste artigo, vamos mostrar por que e como criar uma assinatura de email profissional e uma assinatura digiral. Continue lendo para saber como fazer a sua!

O que é uma assinatura digital?

A Assinatura digital é um recurso em que um usuário, um site ou uma entidade tem à disposição para comprovar sua identidade na internet. Elas foram criadas para garantir a segurança dos negócios online, sejam eles com ou sem fins lucrativos.

Dessa forma, o emissor (quem assinou) está comprovando, através da assinatura digital que ele é mesmo quem diz ser, e há uma série de recursos que podem ser checados para garantir a autenticidade do objeto assinado. Isso vale tanto para documentos, quanto para sites, que também precisam de certificados digitais legítimos para que sejam considerados seguros, seja pelo Google ou outros motores.

Como posso adquirir uma assinatura digital?

No caso de sites, o certificado SSL é essencial para garantir uma comunicação de dados segura, e para evitar que seu domínio seja marcado como inseguro (sem HTTPS). Existem serviços que oferecem certificados gratuitos, mas não fornecem garantias quanto à confiabilidade dos dados. O recomendável é buscar empresas habilitadas para vender certificados SSL.

Assinatura de email

Assinatura de email é o conjunto de informações sobre o remetente de um email, localizada após a mensagem. Em geral, ela contém o nome, o telefone, o cargo e a empresa na qual trabalha a pessoa que enviou o email. Pode também ter uma foto e links para site e redes sociais.

Você já recebeu um email com uma oferta interessante, quis entrar em contato com quem enviou e se frustrou ao não encontrar nenhuma informação sobre a pessoa? Esse problema seria resolvido com a simples inclusão de uma assinatura de email.

A intensa competição pela atenção não permite o desperdício de uma oportunidade assim. Mas e você, será que está sinalizando corretamente seus dados em suas mensagens eletrônicas? É bem simples e pode ser mais útil que um cartão de visita!

O que a assinatura de email precisa ter

Se você quer oferecer um texto simples, foque no básico: coloque seu nome, telefone (fixo, celular e/ou Skype), email, cargo e empresa. Com essas informações, seu destinatário já tem referências suficientes para desenvolver um bom nível de confiança em você.

Claro que, dependendo do seu mercado, a sua assinatura de email pode ter outros dados. Se trabalha em um estabelecimento comercial, o endereço é relevante. Da mesma forma, se você vende exclusivamente pela internet, coloque o site do seu negócio.

O uso de cores e elementos gráficos na assinatura é legal?

Colocar apenas letras e números nas assinaturas de email parece meio tradicional demais, até meio chato, não é mesmo? Com as melhorias tecnológicas das ferramentas, é possível criar formatos criativos, que usem também imagens e logotipos.

Antes de mais nada, analise que tipo de personalização a sua empresa e o seu mercado permitem — tanto em termos de regras quanto de estilo mesmo. Procure usar a paleta de cores da sua marca, criando uma identificação com ela.

A sua foto também pode criar um grau de confiança maior, pois a pessoa vai sentir que, de fato, há um ser humano conversando com ela. O posicionamento pode ser logo acima ou ao lado das suas informações para que imagem não fique perdida no email.

Redes sociais

Outra coisa que gera mais credibilidade — e ainda deixa sua assinatura de email mais agradável visualmente — é inserir um link para suas redes sociais. Esse é um fator que também vai na linha de “olha, essa pessoa existe mesmo”. Fica mais legal usar os logos do LinkedIn, Behance, Twitter etc. para não exagerar nas letras e números.

Caso prefira, as redes sociais incluídas podem ser as da sua empresa. O mesmo vale para trocar a sua foto pelo logo do seu negócio. É uma boa ideia, inclusive, testar quais formatos geram mais engajamento!

E o que o V-card tem a ver com isso?

Os V-Cards são cartões de visitas digitais em que você pode anexar dados pessoais para distribuir digitalmente no Gmail, Outlook.com ou WhatsApp. Com eles é possível guardar os dados de um ou mais contatos, o que permite que as informações de toda a sua agenda sejam unificadas em um único arquivo, que pode ser usado para backup.

Bastante versáteis, os vCards permitem que o usuário guarde informações de telefones, cargo, endereço, e-mails e links para seus perfis em redes sociais e podem reter diversas informações dos contatos de uma agenda telefônica.

Para que eles servem?

A principal utilidade dos vCards é facilitar a distribuição das informações de contato em uma agenda. Se você tiver um arquivo desses e tentar executá-lo, seu sistema operacional irá perguntar se você deseja anexar as informações contidas no arquivo à sua agenda telefônica, por exemplo.

Além da possibilidade de usá-los para backup da agenda, é possível usar vCards em clientes de e-mail e em alguns tipos de mensageiros instantâneos. No Gmail ou Outlook.com, por exemplo, você pode configurar o seu cartão para ser anexado à sua assinatura a cada mensagem. Assim, quem receber seus e-mails, poderá adicioná-lo à lista de contatos simplesmente abrindo o cartão. Outro exemplo da utilidade desse tipo de arquivo é o compartilhamento em mensageiros como o WhatsApp, em que o envio de contatos é realizado pela troca de vCards.

Gostou desse conteúdo? Continue acompanhando para mais informações sobre esse e outros assuntos relacionados!